Na Costa do Marfim, a Gfi está a apoiar o continente africado no seu processo de transformação digital, ajudando as empresas da região subsariana a lidar com a rápida transformação mundial. Após a aquisição da SOMAFOR, em 2014, a Gfi especializou-se na integração do ERP Oracle JDE, SAP (em parceria com a ROFF) e Sage X3.

Paralelamente ao ERP, parte dos 48 profissionais, com sede em Abidjan, estão dedicados à assistência técnica para grandes contas internacionais e várias empresas locais, numa ampla gama de setores (Banca-Serviços Financeiros, Telecomunicações, Energia, Distribuição, Indústria e Setor Público). A Gfi possui ainda um escritório no Senegal, em Dakar, com a área comercial. 

Nesta região, a Gfi destaca-se também pela experiência na implementação do eDA*. O escritório centra todos os procedimentos administrativos a partir de um identificador exclusivo, como parte da oferta do portal Public CRM (e-Gov).

Impulsionada por referências como a Orange, Société Générale, Bolloré, Sipra, SNDI e a Sonidep, a Gfi na Costa do Marfim gerou uma receita no valor de 1,7 milhões de euros em 2018.

Partilhar